Beneficência Portuguesa e Hospital Israelita Albert Einstein criam aliança

A união tem como intuito a melhoria do atendimento, prevenção e tratamento do câncer

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Novembro de 2015 Edição do Mês

Da Redação


 

 

O Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo e o Hospital Israelita Albert Einstein apresentam um projeto de cooperação inovador na saúde brasileira que viabilizará o desenvolvimento de ações conjuntas nas áreas de Oncologia e Hematologia. A parceria, iniciada em 25 de novembro, contribuirá para a melhoria do acesso, prevenção e tratamento, em busca de mais qualidade de vida para os pacientes.

A iniciativa tem como objetivo compartilhar recursos e expertise do corpo clínico, aprimorar as práticas médicas e assistenciais, e potencializar a eficiência dos serviços prestados por essas instituições.

Com isso, a população passa a contar com a cooperação de dois hospitais que são referência no tratamento do câncer no Brasil, possibilitando maior acesso às inovações tecnológicas e de cuidados oferecidos aos pacientes.

A Beneficência Portuguesa conta com a tradição de 156 anos, tem o compromisso de dar acesso a saúde de qualidade para todas as camadas da sociedade desde a sua fundação e é reconhecida pela busca da excelência e de melhores práticas para o tratamento de alta complexidade. Hoje, com o aumento da proporção da população idosa, a demanda para serviços cada vez melhores e personalizados, nos incentivou a fazer uma aliança com outra instituição que tem o mesmo propósito”, explica Rubens Ermírio de Moraes, presidente da diretoria administrativa da Beneficência Portuguesa.

Já para Claudio Lottenberg, Presidente do Einstein, a iniciativa trará grandes benefícios à população que procura tratamento do câncer. “Com um modelo inovador de aliança, teremos a possibilidade de compartilhar expertises e conhecimentos no combate à doença, contribuindo para a construção e disseminação de novos padrões de referência em Oncologia e Hematologia”, diz.

A aliança permitirá a expansão das atividades de pesquisa, com a possibilidade de participação de pacientes nos diversos protocolos de tratamento em desenvolvimento pelas instituições, e de ensino em oncologia, com a utilização das importantes plataformas de capacitação de ambas as instituições.

A oncologia é um dos mais importantes pilares de atuação da Beneficência Portuguesa de São Paulo. Por isso, conta com investimentos constantes. Nos últimos cinco anos, a instituição investiu mais de R$ 300 milhões, dos quais cerca de R$ 150 milhões são destinados à oncologia. Anualmente, a instituição atende em média 4.500 pacientes com câncer, realiza mais de 23mil sessões de quimioterapia e 80 mil sessões de radioterapia.

Notícias Relacionadas