Hospital e Maternidade Santa Lúcia duplica capacidade de internação do seu Centro de Terapia Intensiva Neonatal

Serviço é referência no atendimento a recém-nascidos que necessitam de cuidados especiais

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Novembro de 2015 Edição do Mês

Da Redação


 

O Hospital e Maternidade Santa Lúcia, localizado em Botafogo, no Rio de Janeiro, dobrou a capacidade de internação de recém-nascidos com alto risco de vida de sua UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal. Conhecida como Cetrin (Centro de Terapia Intensiva Neonatal), a área conta agora com 18 leitos, preparados para até 40 internações por mês.

O Cetrin do Santa Lúcia existe há 27 anos e é uma referência em neonatologia no Rio de Janeiro. O espaço conta com a coordenação médica da neonatologista Nicole Mota Gianini e com uma equipe multidisciplinar, especializada no acompanhamento de bebês prematuros ou que precisam de cuidados especiais. Aqui, os pais e as famílias também recebem acolhimento e todo o suporte necessário para este que é um momento delicado e que gera bastante apreensão”, observa Rosana Pais, diretora da instituição.

O Lactário ganhou um espaço exclusivo para que as mães possam realizar, com mais conforto, a coleta de leite materno, imprescindível na alimentação dos bebês durante a internação. Além disso, a nova unidade ganhou uma vista para o jardim interno, o que propicia a entrada da luz natural no ambiente. “Geralmente, os períodos de estada desses recém-nascidos são longos e, pensando nisso, nossa intenção é que pais e mães desfrutem de um ambiente tranquilo e agradável enquanto acompanham seus filhos”, explica a diretora.

 

Notícias Relacionadas